© 2019 Rioflor - Todos os direitos reservados

Informações Rioflor:
Whatsapp (21) 97664-8586

Tel.: (21)2285 8865 

Seg-Sex - 13h às 19h

rioflorrj@gmail.com

Conheça os

Florais de

Bach

Entre em Contato!

  • Facebook Social Icon

Memórias Rioflor

AUDIÊNCIA PÚBLICA EM PETRÓPOLIS FOI UM SUCESSO!!!!!

November 10, 2011

Quero compartilhar com vocês os resultados da Audiência Pública que tivemos ontem em Petrópolis:

 

FOI UM SUCESSO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Toda a Terapia Floral está de parabéns, porque este foi um trabalho feito a muitas mãos, volto a dizer !

 

O plenário estava cheio, até com gente em pé. Os vereadores disseram que nunca viram uma Audiência Pública ir até tão tarde da noite (de 18:00 às 21:30 h!) e com tanta gente presente !

Terapeutas Florais de outros municípios vieram nos trazer o seu apoio ! A essas pessoas, nossa mais profunda gratidão pelo esforço. Valeu a pena !!!!

 

As Associaçóes de Terapeutas Florais do Rio Grande do Sul e de Minas Gerais estavam presentes através de banner, que pediram à RIOFLOR que fosse providenciado para demonstrar que estavam conosco, nos apoiando.

 

A Deputada Estadual Inês Pandeló nos honrou com seu presença e com seu espírito prático, já sugerindo diversas medidas a serem tomadas a partir dali, dentre elas, criar uma equipe municipal para trabalhar pela normatização técnica do trabalho e reativar a comissão já criada no Rio de Janeiro para levar adiante o trabalho de implementação da Lei Estadual de sua autoria, que insere as Terapias Naturais no Sistema Único de Saúde. Reafirmou seu compromisso de continuar batalhando pela institucionalização da Terapia Floral, dizendo que iria imediatamente oficiar ao Prefeito de Petrópolis Paulo Mustrangi no sentido de que faça a Lei que viria a inserir as Terapias Naturais no SUS. Sugeriu que a Câmara de Vereadores de Petrópolis fizesse o mesmo. Ficou também de oficiar ao Ministério da Saúde com esse mesmo objetivo.

 

A Deputada mostrou-se particularmente surpresa com os resultados do trabalho realizado com a Terapia Floral junto às vítimas da enchente, no período de janeiro a outubro, com 3.146 atendimentos realizados pelo grupo de Terapeutas Florais Voluntários, atendimentos esses registrados em planilhas próprias da Secretaria de Saúde. O trabalho foi apresentado por sua coordenadora, com muitas fotos, gráficos, planilhas e resultados práticos, contando com a presença de vários Terapeutas Florais que participaram dos atendimentos. Foi ressaltado que, graças ao trabalho da Terapia Floral, e de forma diversa de todos os outros municípios atingidos pela enchente, em Petrópolis não houve sequer um único caso de surto psiquiátrico, nem de suicídio, nem de tentativa de suicídio, em função da enchente.

 

A Deputada disse que gostaria que o trabalho fosse novamente apresentado publicamente, numa sessão solene na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro que iria promover, ocasião em que seria prestada uma homenagem ao trabalho do grupo.

 

Estiveram presentes à sessão o Presidente do Sinter RJ, representantes da FIOCRUZ, o Diretor da Asbamtho Petrópolis, o Coordenador do Curso de Pós-Graduação da Escola Superior de Ciências e Terapias Alternativas Terra Santa - recém inaugurada numa parceria com a Universidade Católica de Petrópolis -, representantes de diversas instituições ligadas às Terapias Naturais, além da grande presença de Terapeutas de diversas áreas, com a prevalência dos Terapeutas Florais em termos de número de participantes.

 

Falou-se sobre a necessidade de se definir os critérios para a formação oficial dos terapeutas e ressaltou-se que seria muito interessante que se conversasse com a diretoria da UCP no sentido de que possa vir a oferecer um curso de formação de Terapeutas Florais em nível de graduação, o que viria a ser uma boa solução para a questão da regulamentação da profissão.

 

Durante a própria Audiência Pública, como um dos encaminhamentos práticos feitos pelo Vereador Silmar Fortes, que convovou e presidiu a sessão, foi formada uma comissão municipal que se reunirá em 10 dias para discutir e trabalhar pela questão da institucionalização das Terapias Naturais no âmbito municipal.

 

A Secretária Municipal de Saúde Aparecida Barbosa enviou como sua representante à Audiência Pública a Diretora do Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Saúde, Dra. Margarida que, em nome da Secretária e em seu próprio nome, discorreu - em suas próprias palavras- sobre o "trabalho maravilhoso que esses verdadeiros Anjos da Terapia Floral prestaram às vítimas da enchente e a nós, profissionais de saúde. Eles caíram do Céu e chegaram como Anjos, cuidando de nós de forma maravilhosa, num momento difícil de se presenciar tanta dor ". Ela confirmou os resultados apresentados e testemunhou tudo aquilo que presenciou durante o trabalho.

 

Ficou evidente, e isso foi colocado claramente pelo Vereador Márcio Muniz, integrante da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, que existe uma ampla abertura por parte do Governo Municipal para que as Terapias Naturais sejam implantadas no Sistema Único de Saúde, porque tanto o Prefeito quanto a Secretária de Saúde são adeptos desse tipo de prática.

 

Em sua fala final, fiz questão de colocar o que senti: que estávamos todos vivendo um momento muito especial, porque estavam ali reunidas e presentes todas as condições necessárias para que nossas reivindicações pudessem ser concretizadas: o Poder Público, o Poder Legislativo Municipal, o Poder Legislativo Estadual, a Universidade, a FIOCRUZ, os Sindicatos, as Instituições Profissionais, a representatividade dos Terapeutas, a abertura para o diálogo e a vontade política. Toda a conjuntura estava absolutamente favorável para que os objetivos que almejamos possam ser atingidos ! Só nos resta seguir em frente !!!

 

Gostaria de mencionar a vocês que, quando fui pessoalmente entregar à Secretária de Saúde o Relatório Final do nosso trabalho, na qualidade de coordenadora, há duas semanas atrás, ela se mostrou muito impressionada com os resultados e me pediu que providenciasse uma cópia para ser enviada oficialmente pela Prefeitura Municipal de Petrópolis ao Ministério da Saúde como um trabalho-modelo realizado no município junto às vitimas da enchente. A Deputada Estadual ontem fez esse mesmo pedido, com o mesmo objetivo.

 

Vamos continuar realizando nosso trabalho com empenho, abnegação e amor. Sinto com clareza que vamos conseguir ir mais adiante e conquistar um "lugar ao Sol para a Terapia Floral". Neste momento planetário especial que estamos vivendo, o Universo parece estar conspirando sempre a favor ! Vamos aproveitar o influxo cósmico e crescer com ele !

 

Quero agradecer enfaticamente, em nome do grupo, a todas as pessoas e instituições que nos apoiaram nesse trabalho, de todas as formas possíveis e as mais diversas, e dizer mais uma vez que, sem cada um de vocês ocupando o seu lugar e o seu papel nesse lindo trabalho de rede, nada disso poderia ter acontecido.

 

Obrigada a todos os Terapeutas Florais de outras cidades que foram a Petrópolis torcer conosco e nos prestigiar em nossa batalha !!

 

Obrigada aos Terapeutas Florais que fazem parte do Grupo de Voluntários. Quero dizer que tem sido um grande prazer trabalhar junto com vocês !

 

Um abraço carinhoso e minha gratidão a todos !



Vera Gondim    

REDE POSTINHO DE SAÚDE

January 18, 2012

Depoimentos:



O projeto da Terapia Floral na Rede Postinho de Saúde é um Enorme Projeto de Amor. Fazer parte desta equipe tem sido extremamente recompensador, aprendizado diário e exercício contínuo de humanização. Este lindo trabalho vem tornando possível a concretização de um Ideal Maior nestas comunidades tão desprovidas de afeto e bens materiais, que é o acesso à conscientização do Ser e a possibilidade de transformação, elevando significativamente a qualidade de suas vidas. A atuação positiva e catalisadora dos florais vem consolidando, pouco a pouco, no coração dos moradores, a certeza de que um indivíduo nutrido de amor é capaz de (re) aprender a se amar e de (re) escrever sua própria história. Agradeço muito à vida pelo presente de ter me colocado nesta Missão. 

Daniella Oliveira


 A Terapia Floral na Rede Postinho de Saúde Cantagalo-Pavão e Pavãozinho vem tendo a cada dia uma grande receptividade.  Uma pessoa recomenda à outra a vir procurar a Terapia Floral e como é gratificante ouvir as seguintes falas: “Depois dos florais, minha vida está mais suave. “Peço a Deus para que não permita que a Terapia Floral saia do Postinho”. “Dona!!! “Esses florais deviam ter entrado na minha vida muito antes” . “Todos no meu trabalho percebem minha mudança, falam que meus olhos estão brilhando”.  “Meu marido me perguntou o que tenho tomado para estar tão tranquila”....E diante de tais afirmações agradeço a Deus por tal oportunidade, pois  é muito  gratificante olhar um sorriso de alguém que percebe que algo em seu íntimo está mudando trazendo-lhe uma sensação de bem-estar.

Graça Caetano


Foi muito importante perceber que, apesar da minha pouca experiência (de vida inclusive), é possível sim auxiliar outras pessoas no alívio de suas dores e questões. Se pudermos, doar um pouquinho do nosso tempo para assisti-las é possível emergir um sentimento de troca recíproca. De forma alguma esta troca é unilateral, pelo contrário, tenho um sentimento de profunda gratidão pela oportunidade de aprender com estas pessoas. Além de perceber que há algo maior que nos une: somos todos humanos, demasiadamente humanos.

 

Camila Batista Carneiro – Estagiária do Curso de Especialização da UFRJ


 Quando D. chegou era só sofrimento e dor. Tinha perdido o pai e a filha e estava desempregada. Insônia, queda de cabelo, hipertensão e culpa faziam parte de um quadro de depressão profunda. “Hoje eu só choro”. Sua filha havia se suicidado com ela em casa e D. não se perdoava por não ter conseguido salvá-la. “Eu não consigo esquecer”. Se não bastasse tudo isso, ela foi considerada suspeita da morte da própria filha. D. começou a fazer uso dos florais e no nosso segundo encontro as melhoras já eram evidentes: “Acho que estou um pouco mais calma. A tristeza já está melhor um pouco. A culpa essa eu não sei se vai passar”. Na sessão seguinte: “Antes eu não conseguia raciocinar, não pensava em nada e agora eu já estou conseguindo fazer algumas coisas para vender!” “No momento eu estou fazendo curso de 6 meses para depiladora”. Na sua última sessão: “Ainda dói muito, mas hoje eu sei que ela veio para viver só aquele tempo”. “Não adianta a gente viver uma vida de sofrimento. Deus não quer isso pra gente. Eu já sofri muito”. Percebi que os florais trouxeram D. de volta à vida. “Estou tendo mais força para lutar, coisa que eu não conseguia... lutar, reagir”. Sua esperança e objetivo de vida haviam retornado. D. voltou a fazer planos e acreditar que eles seriam possíveis, o que indicava que a culpa começava a se transformar em aceitação, acolhimento, merecimento e cuidado por si mesma. “Acho que Deus ainda vai me fazer muito feliz, porque eu sou uma pessoa muito boa”. Hoje D. não pode vir mais aos nossos encontros porque está trabalhando, o que considero mais um benefício do tratamento floral, mas não fica sem sua fórmula floral (uma vizinha leva sua fórmula quinzenalmente). 

Rosângela Teixeira


Todas as minhas pacientes na massoterapia que iniciaram o tratamento floral estão muito mudadas em seu estado psicológico. Consigo perceber no semblante delas essa mudança, portanto não é apenas relato. Não foi à toa que iniciei o curso com a caríssima Lizete para poder agregar esse conhecimento em prol da comunidade. 

Vitor Aguiar – Massoterapeuta Voluntário

Este é o seu terceiro item

May 28, 2023

Diga mais sobre este item. Sobre o que é este item e o que há de interessante nele? Dê às pessoas as informações necessárias para continuar e tomar a ação que você deseja.

Para personalizar este item, clique aqui > Adicionar e Gerenciar Itens.

1 / 1

Please reload